fbpx
Big data

Porquê o Big Data é importante para a Gestão Pública

Porquê o Big Data é importante para a Gestão Pública

  • Qual a importância do Big Data?
  • O Big Data e os Dados Públicos
  • O Governo brasileiro utiliza Big Data?
  • Ferramentas de Big Data 

Você sabe qual a relação entre Big Data e a Gestão Pública? Neste artigo vamos detalhar essas informações, mostrar a relação do Big Data com o governo, a sua importância e citar exemplos de ferramentas desse tipo na gestão pública.

Qual a importância da utilização do Big Data?

A utilização do Big Data é de grande importância na sociedade moderna, é capaz de trazer informações em grandes volumes e variedades que proporcionam uma melhor compreensão dos dados para uma melhor tomada de decisão. O big data consiste basicamente em um grande volume de dados, que podem ser estruturados e organizados dentro de uma única base de dados, e com isso permitem uma tomada de decisão mais assertiva por parte da organização. 

O fato é que ele serve para os mais diversos propósitos, ele é utilizado por exemplo pelo Google para sugestão de pesquisas e anúncios aos usuários, e também pelo governo, como por exemplo na filtragem dos beneficiários do bolsa família. 

A técnica do Big Data é usada também em estratégias de marketing, para auxiliar na redução de custos das empresas, e para a realização de técnicas mais inovadoras, e isso serve também para o setor público.

O Big Data e os Dados Públicos

Como dito anteriormente, a utilização da técnica de Big Data é utilizada para focar as energias e alocar recursos onde realmente necessita, e isso é de bastante relevância para a gestão pública. A análise de dados públicos para o Estado é a oportunidade de enxergar problemas públicos com impasses anteriormente nunca resolvidos ou vistos. 

Dados públicos já existem em grande quantidade e podem ser utilizados pelos gestores como indicadores de qualidade e também na etapa de avaliação da política pública, podendo assim, transformar-se em um grande serviço para aquele grupo. Leia também sobre soluções tecnológicas sobre os dados públicos.

O Governo brasileiro utiliza Big Data?

Sim, o governo brasileiro utiliza Big Data! As organizações públicas o utilizam através da plataforma GovData, a plataforma foi criada por iniciativa do  Ministério do Planejamento em conjunto com a DataPrev e o Serpro, e disponibiliza uma infraestrutura de datalake, que permite a hospedagem e o cruzamento de grandes volumes de dados. Nele é possível compartilhar informações entre órgãos, mantendo o sigilo e confidencialidade de dados.

E sua utilização pelo Governo Federal é importante para a racionalização do gasto público e para a ampliação da oferta de serviços públicos digitais. Ferramentas como a GovData permitem uma melhor gestão das ações públicas, já que viabilizam a realização de análises mais ágeis das contas públicas e também,  melhoraram a prestação de serviços públicos. 

Ferramentas de Big Data

Já falamos de uma plataforma utilizada pela gestão pública no Brasil, a GovData. Mas, você conhece outras ferramentas de Big Data da Gestão Pública? O Brasil é um país com grande potencial nesta área e alguns órgãos públicos se destacam. Vamos ver quais?

1) O TCU e os robôs Alice, Monica, Adele, Sofia, Carina e Ágata: Sabia que o Tribunal de Contas da União um Laboratório de Informações de Controle? Os nomes simpáticos dos robôs são acrônimos de suas funções! Por exemplo, a Alice (Análise de Licitações e Editais) foi lançado, em 2015, pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU). Atualmente existe uma parceria entre os órgãos e a Alice se adaptou a algumas necessidades do TCU para realizar controle externo, já a Mônica é um painel de Monitoramento Integrado para o Controle de Aquisições. 

2) Outro bom exemplo é o da CEMIG, a Companhia de Energia Elétrica de Minas Gerais que investiu em tecnologia para identificar possíveis perdas resultantes de fraudes relacionadas ao consumo de energia. Esta medida resultou em uma economia de cerca de R$ 1,5 milhão por mês, de acordo com a revista Isto É.

3) O Poupatempo de São Paulo, é um caso de Governo Omnichannel, que são soluções multicanais, que conectam meios físicos e digitais. É um serviço online com pontos físicos de totens para facilitar a interação com o cidadão. E como funciona? Ele utiliza a Poupinha, uma assistente virtual com conversas automatizadas no Facebook Messenger e portal do Poupatempo. Esta inteligência artificial de comunicação trocou mais de 130 milhões de mensagens com os usuários do serviço Poupatempo. Acredita? 

Gostou? Estes são exemplos da importância do Big Data para a Gestão Pública, para a racionalização do gasto público e para a ampliação da oferta de serviços públicos digitais.
Compartilhar

Sobre o autor

Andressa Gomes

Andressa Gomes

Andressa Gomes cursa Gestão de Políticas Públicas na UnB, fez estágio no Senado Federal e trabalha como gerente de projetos na Publicae Consultoria Jr. Possui uma enorme vontade de mudar a realidade a sua volta e acredita que com as políticas públicas possa transformar o país.