Compliance [Segurança das Práticas de Governança]

  • Qual a importância do Compliance?
  • Como gerir riscos através do Compliance?
  • Compliance na resolução de problemas [exemplo prático]
  • Segurança das práticas de governança

Você segue o Compliance  e  faz a Segurança das Práticas de Governança? Sabe resolver problemas na sua empresa através do Compliance? Nesse artigo mostramos vários caminhos e vantagens!

Qual a importância do Compliance?

Segundo uma pesquisa de gestão de risco da KPMG, 64% das empresas no Brasil têm medo de mudanças nas regras do Governo. 

Através do Compliance [Segurança das Práticas de Governança] e da Gestão de Risco Regulatório, a empresa terá vários benefícios. Sendo eles a chance de melhorar sua imagem e evitar futuros constrangimentos e exposições desnecessárias, pois está ciente e segura sobre fraudes e violação ao compliance. 

Desse modo, estar de acordo com o Compliance é agir com ética e ter atitude proativa para prevenir o risco.

Nesse sentido, o Compliance é a conformidade com as regras. Além do mais, abrange transparência empresarial. Dessa forma, uma Startup que trabalha com dados para obter resultados, tem que seguir todas as leis, como por exemplo a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Sendo assim, a empresa se torna segura sobre a confiança que sua imagem passa, evitando problemas futuros. Desse modo, é vantagem para qualquer organização evitar o pagamento de multas, prisões, escândalos públicos e bloqueio de capital. 

Como gerir riscos através do Compliance?

Para iniciar, vamos falar do primeiro passo para uma boa gestão de risco através do Compliance!

Conhecer e ponderar os riscos é o primeiro passo. Dessa forma, conhecer e estudar as leis que devem servir de pilar nas ações da empresa também é muito importante. Além de analisar em quais pontos a empresa está em falta com tais leis, nessa parte também é importante estudar e conhecer todos os possíveis riscos para prevenir.

Após verificar todos os riscos, vem a parte de avaliar. Nesse momento, pesquisar mais sobre os perigos ajuda a organizar estratégias de ação de controle. Além disso, depois de conhecer as ameaças é essencial fazer um diagnóstico para estudar as áreas expostas aos riscos. Ao final do diagnóstico, é possível corrigir todas as brechas que podem trazer mais perigos e riscos, fazendo assim o gerenciamento através de propostas e ações de controle dos riscos.

É esse trabalho de estudar e gerir os riscos que a DataPolicy faz de forma automatizada, o que faz possível a antecipação dos riscos de uma maneira bem mais ágil e segura.

Então, você já percebeu que a ação conjunta das áreas de Governança Corporativa, Gestão de Riscos e Compliance faz toda diferença! Agora, veja a importância do Compliance na resolução de problemas!

Compliance na resolução de problemas [exemplo prático]

Você já deve ter percebido que um dos pontos mais importantes em Compliance e segurança das práticas de governança é a capacidade de resolver problemas rápido e até mesmo errar menos. Para explicar mais, vamos ver alguns exemplos.

Em certa empresa que não possui governança corporativa entre seus setores e cada parte não se conecta com a outra, gerando falta de comunicação, vários erros podem acontecer. Desse modo, um erro grave é um setor não conhecer as regras que o outro deve seguir.

Quer ver um exemplo? Suponha que o setor de produção não saiba sobre leis de compra que regem a empresa, como declarar cada compra à Receita Federal. A partir disso, por descuido, em caso de urgência o setor de produção pode certamente comprar algo e não declarar por simplesmente não saber, o que seria uma atitude fora do Compliance e de governança corporativa. Sendo assim, a empresa teria um grande problema que poderia ser resolvido apenas conhecendo a lei.

Por isso uma gestão automatizada em Compliance economiza tempo e custo, pois já poderia monitorar muito antes esse e outros riscos. Além disso, como consequência iria prevenir os erros e entregar soluções rápidas.

Viu como é possível resolver e vitar problemas apenas agindo de acordo com o Compliance?

Segurança das Práticas de Governança

Para evitar essa série de possíveis problemas é necessário agir de acordo com a segurança das práticas de governança. Sendo assim, o Compliance traz essa conformidade e segurança pela ação correta em cada eixo da empresa. Dessa forma, é importante entender a segurança que o Compliance traz para as práticas de governança corporativa.

Como um dos vários exemplos importantes, ressaltamos que segundo o inciso VIII do Artigo 7° da Lei Anticorrupção, a multa aplicada à empresa que estiver em falha com o Compliance pode ser menor se a mesma alegar e provar que já possui responsáveis pela Gestão de Risco Regulatório e Compliance.

Assim sendo, juntar Gestão de Risco Regulatório e Compliance gera segurança das práticas de governança. Além disso, a vantagem competitiva aumenta! Dessa maneira, a empresa agrega valor e garante a satisfação e confiança de todos os stakeholders.

Saiba mais sobre a importância dos stakeholders nas organizações.

Compartilhar

Sobre o autor

Letícia Medina

Letícia Medina

Analista de marketing da DataPolicy responsável por estratégia de conteúdo de marketing e marketing digital da startup.